Lei seca completa dez anos com redução de mortes

Compartilhe:

[Há exatos dez anos, a Lei Seca entrava em vigor. De lá pra cá, muitos motoristas passaram a não misturar álcool e direção, e a mudança de comportamento se refletiu no número de acidentes no trânsito.

Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2008, quando a lei foi implementada, o Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) da pasta registrou 3.834 óbitos decorrentes de embriaguez ao volante. Em 2017, dados preliminares já apontam uma redução de 11%, com 3.409 casos registrados.

Nos últimos dois anos, em Minas, o índice de acidentes de trânsito ocasionados por embriaguez ao volante caiu de 6.031 para 5.612 – redução de 6,9%, segundo o Detran.

“Em países onde a lei seca foi implantada, essa queda girou em torno de 30%”, explica o especialista em planejamento e impacto do transporte urbano Dimas Gazolla. Ele pondera que essa verificação precisa ser feita em um período maior de tempo, e que questões como número de feriados e recessão econômica interferem nessas variações.

O TEMPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *