Compartilhe:

Mais um homicídio foi registrado no bairro Tejuco, em São João del Rei. A última morte foi registrada no dia 30 de maio quando um homem foi morto com sete tiros.

Na tarde de sexta-feira (3), a Polícia Militar foi acionada com denuncias de disparos de arma de fogo, no interior de uma residência no Tejuco. A PM, ao entrar no local, encontrou o corpo de um homem de 59 anos sem sinais vitais e marcas de tiros.

A princípio levantou-se a possibilidade do crime ser um latrocínio, roubo seguido de morte, visto que a vítima havia feito um empréstimo a poucos dias no valor de R$10 mil, mas no bolso da vítima, na presença de um familiar, foram encontrados grandes quantias em dinheiro e um comprovante de saque. A PM foi informada também de que a vítima seria usuário de drogas, o que poderia ter motivado a sua morte.

Após a notícia do fato, uma ligação anônima feita no Centro de Operações Policiais (190) relatou saber a autoria do crime. Trata-se do enteado da vítima, um homem de 39 anos, e um menor de 17 anos.

Em contato com o enteado, ele negou envolvimento no crime, mas posteriormente confessou. Ele alegou que o abalo emocional por ter perdido sua mãe, que faleceu no ano de 2007, além de abusos sexuais sofridos pela sua irmã, cometidos pela vítima do homicídio, foram suas motivações. Quanto a conduta e participação do menor, ele preferiu se manter em silêncio.

Porém, no domingo, o suspeito menor foi abordado por equipes policiais do 38º BPM, e ao ser questionado sobre a sua participação no homicídio, assumiu ter participado.

A arma do crime não foi localizada, porém com o menor a PM encontrou a réplica de uma pistola (foto de capa), sendo ele encaminhado para a Delegacia de Plantão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.