Quadrilha suspeita de crime de receptação e desmanche de veículos é presa na zona rural de Barbacena

Compartilhe:

Integrantes de uma quadrilha suspeita de cometer crimes no interior e na capital foi presa nesse fim de semana em Ponte do Cosme, zona rural de Barbacena. 

A ocorrência teve início quando na manhã de sábado(13) na MG 135, durante fiscalização de trânsito, a equipe da Polícia Rodoviária Estadual deu ordem de parada para um automóvel Fiat Siena de cor prata, com emplacamento em Contagem/MG, com dois ocupantes. O condutor reduziu a velocidade e simulou que iria parar. No entanto os militares perceberam que ele estava tentando fugir. O motorista novamente deu partida no veículo, momento em que um militar conseguiu segurar no volante e foi arrastado. Em função disso, foi necessário efetuar tiros nos pneus do carro. Os ocupantes, um homem e uma mulher, ambos de 26 anos, foram presos.

Durante levantamento, a equipe policial constatou que o veículo havia sido furtado.  Em seu interior foram encontrados R$ 250, um celular e uma sacola com carne para churrasco. A situação levantou suspeitas da existência de outros integrantes da quadrilha num sítio próximo ao local da abordagem policial.

Os militares fizeram levantamento e chegaram num sítio na comunidade de Ponte do Cosme. Foi realizada vistoria e encontrado num barracão um veículo Renault/Oroch, cor branca, com placa HAY-2783. Contudo, tal placa é de outro veículo, um Ford Ka, cor branca, placa PWI 2282 de Divinésia. Também foram localizados uma traseira de automóvel Honda; grande quantidade de gêneros alimentícios; cinco celulares; um relógio; um televisor 32 polegadas; drogas; armas; dinheiro e diversos outros materiais.

Foram presos além do casal que estava no carro, três homens , de 27, 36 e 38 anos. Uma jovem de 18 e uma menor de 15 anos foram apreendidas. Também estava na companhia dessas pessoas, uma criança de 5 anos que foi encaminhada para o Conselho Tutelar.

Os militares receberam informações de que a quadrilha pode ter sido a mesma que roubou uma carga de um supermercado  e ainda seria responsável por crimes de estelionato em bancos.

Informações Fato Real

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *