Compartilhe:

O Prefeito Municipal de Barroso, Anderson de Paula, e o vice-prefeito, Eduardo Pinto, foram pessoalmente verificar uma denúncia veiculada na manhã deste sábado (17) nas redes sociais de que a empresa LafargeHolcim estaria descartando irregularmente algum tipo de óleo por tubulações que chegariam até o Rio das Mortes.

Acompanhados do engenheiro florestal e subsecretário da prefeitura, Tássio Ladeira, ainda na parte da manhã os dois foram ao local. No ponto mencionado na denúncia, existem duas manilhas onde escoa material vindo do interior da empresa. Além de um forte odor, prefeito e vice notaram com clareza a presença de óleo na água e na vegetação das margens do córrego que chega até o leito do Rio. A equipe coletou materiais que poderão servir para análises mais profundas.

De acordo com o prefeito a empresa será notificada já na segunda-feira para prestar esclarecimentos e laudo e material serão encaminhado para os órgãos competentes para fazer a devida apuração do ocorrido.

Anderson e Eduardo ainda foram em um outro ponto de saída da empresa há alguns metros do ponto denunciado e também colheram material para análise. “Faremos uma apuração rigorosa e responsável e não permitiremos que nosso Rio das Mortes, já tão prejudicado, seja ainda mais poluído. Por isso fomos pessoalmente e acompanharemos de perto todo o caso” ressaltou o prefeito.

LAFARGEHOLCIM

A reportagem do Barroso EM DIA entrou em contato com a empresa na tarde deste sábado (17) e aguarda um posicionamento da LafargeHolcim sobre o episódio revelado com exclusividade pela Prefeitura Municipal de Barroso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *