Compartilhe:

A Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) abriu processo administrativo para investigar um vídeo divulgado em redes sociais que mostra aglomeração em uma das salas da unidade em Barbacena. Nas imagens aparecem alunos reunidos para assistir uma luta de boxe.

No dia 17 de julho mais nove estudantes testaram positivo para a Covid-19 após um surto registrado da doença em maio. Por causa da situação, houve férias escolares durante um mês e o retorno ocorreu no dia 12 do mesmo mês.

Em nota a TV Integração, a Epcar explicou que “todos os alunos são orientados constantemente sobre o protocolo de saúde de combate ao novo coronavírus em vigor na instituição”. Para o MG2, a direção da escola informou que suspendeu os esportes coletivos e que os individuais estão mantidos, desde que os estudantes usem máscaras.

Retorno das aulas

A Epcar é uma escola de ensino militar sediada em Barbacena, no Campo das Vertentes, que admite alunos de idade entre 14 e 18 anos por meio de concurso público. No local, estudantes de várias cidades de todo o Brasil vivem em regime de internato e, por isso, dormem em alojamentos e têm aulas em horário integral.

O retorno dos estudantes, após um mês de férias escolares, foi marcado por diversos impasses entre o Ministério Público Federal (MPF) e a Justiça Federal.

Apesar do MPF ajuizar uma ação contra a volta dos estudantes, apontando risco de um novo surto, a juíza da Vara Federal Cível e Criminal de São João del Rei, Ariane da Silva Ferreira, autorizou a retomada das atividades presenciais o dia 12 de julho, o que ocorreu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *