Compartilhe:

Com os pertences  em sacolas plásticas. Foi assim que chegaram muitos dos 83 brasileiros que foram deportados dos Estados Unidos (EUA) ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana, na tarde desta sexta-feira (4).

“Tudo que eu tenho está nessa sacola que o pessoal me deu para colocar meus pertences durante os 45 dias que fiquei detido nos Estados Unidos. Perdi quase tudo tentando atravessar o deserto e ainda fui pego”, desabafou Raimundo Fagner, de 19 anos, morador de Ipatinga, no Vale do Aço.

Além de mineiros,  o voo  fretado pelo governo americano trouxe brasileiros de diversos Estados como Espírito Santo, Rio de Janeiro e Goiás. Todos tentavam atravessar a fronteira do México para entrar ilegalmente – sem passaporte e visto, em solo norte-americano.

Carlos Eduardo, de 21 anos, voltou desesperançoso. O capixaba tentou chegar aos Estados Unidos pelo deserto do México, mas foi surpreendido pela polícia de imigração. “Fui tentar trabalhar e aproveitar minha juventude para conquistar uma vida melhor, mas infelizmente não deu certo. Agora é tentar ganhar a vida com o quê tem por aqui mesmo”, disse o jovem deportado.

Outro brasileiro que teve o “sonho americano” interrompido foi Bruno Ferreira, de 19 anos. Ele passou por maus bocados no período que ficou detido esperando ser deportado e durante a viagem.

“Fiquei 35 dias detido. Nesse tempo eu fiquei com fome, dormi no chão e fui maltratado. No voo, vim algemado e com correntes que amarravam minhas mãos, pés e cintura. Não quero viver isso nunca mais. Só queria trabalhar”, detalhou o mineiro do Vale do Jequitinhonha.

Os brasileiros relataram que ficaram algemados durante o voo, mas ao desembarcarem, as correntes foram tiradas. Um homem que permaneceu detido também ao desembarque seria um foragido da polícia aqui no Brasil. A Polícia Federal não quis dar detalhes sobre ele.

Esse foi o segundo grupo de imigrantes brasileiros que é deportado pelo governo americano neste ano. O primeiro grupo chegou em Belo Horizonte no dia 21 de maio. Até o momento 113 brasileiros foram deportados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *