Compartilhe:

O Centro SER, em parceria com a Paróquia de Sant’Ana, está realizando a exposição “Santana do Barroso: Olhares sobre a História da Paróquia através de documentos e objetos sacros”. O evento culmina com a festividade da padroeira do município de Barroso e conta com a parceria da LafargeHolcim, Instituto LafargeHolcim, museu da liturgia de Tiradentes e apoio do historiador Wellington Tibério.

O evento de abertura da Exposição de objetos sacros e documentos aconteceu na última sexta-feira (15) no Centro SER com entrada gratuita. A abertura foi marcada pelos acordes  do hino da padroeira executados pelos músicos Henrique Rohrmann e Victor Pereira,  que também executaram o Hino do Município.

O evento também contou com as presenças de representantes da empresa Lafarge Holcim, grupo gestor do Centro Ser, vereadores da Câmara Municipal e do ex-prefeito de Barroso José Bernardo Meneghin.

Dois ambientes foram montados para demonstrar um pouco da trajetória da paróquia através de documentos e também da liturgia católica. O historiador Wellington Tibério pontuou a importância desta exposição conciliando com a festa da padroeira. ‘Preparamos com muito carinho esta exposição e resgatamos documentos da paróquia e os tornamos públicos”, conta Tibério que acrescenta que o ponto alto de uma exposição estão nos detalhes. “Por isso providenciamos o que tem de mais valoroso para a tradição católica como os toques do sino, o cheiro agradável do incenso e os cantos gregorianos”, finaliza.

Confira o depoimento do ex-prefeito José Bernardo Meneghin.

A exposição ficará aberta ao público até dia 5 de agosto das 13h às 16h no Centro SER, antigo SENAI. Para mais informações e agendamento entrar em contato pelo e-mail ortopolisbarroso@gmail.com ou pelo telefone 9.9937-1909.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.