Compartilhe:

Pelo menos 3 detentos de unidades prisionais da Zona da Mata e Campo das Vertentes estão foragidos após receberem o benefício de saída temporária no Natal e Ano Novo de 2021.

Segundo informou a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) ao g1, 195 presos das unidades prisionais de EugenópolisMuriaéSão João Del Rei e Visconde do Rio Branco receberam o benefício e foram para as ruas.

Veja o quantitativo de detentos que tiveram direito ao benefício da saída temporária no final do ano, concedido pela Justiça:

Unidade prisional de Muriaé: 48 detentos;

Unidade prisional de Eugenópolis: 16 detentos;

Visconde do Rio Branco: 32 detentos;

São João Del Rei: 99 detentos.

Ainda conforme a pasta, dos 195 detentos que tiveram direito à saída nos quatro municípios, 9 não haviam retornado. Entretanto, 5 já foram recapturados e outro se apresentou no dia seguinte, portanto, 3 permanecem foragidos.

São eles:

Dienerson Ferreira da Silva, de 33 anos, que estava no Presídio de Eugenópolis;

Márcio Domingos Pereira, de 51 anos, que estava no Presídio de Visconde do Rio Branco;

Marcelo Ricardo Silva Oliveira, de 41 anos, que também estava Presídio de Visconde do Rio Branco.

Denúncia sobre o paradeiro de qualquer deles pode ser feita pelo telefone 181.

Cenário estadual

Conforme levantamentos realizados pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais, de Execução Penal, do Tribunal do Júri e da Auditoria Militar (CAO-Crim), do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), 75 condenados, beneficiados com saídas temporárias nos períodos de Natal e Ano Novo de 2021, não retornaram voluntariamente para cumprimento de suas penas.

Os dados foram coletados pelo MPMG no dia 13 de janeiro.

Os condenados estavam recolhidos em presídios das cidades de Alfenas, Araguari, Arcos, Campos Gerais, Congonhas, Curvelo, Eugenópolis, Igarapé, Ipatinga, Itajubá, João Monlevade, Muriaé, Ouro Preto, Ribeirão das Neves, São João Del Rei, São Sebastião do Paraíso, Teófilo Otoni, Três Corações, Três Pontas, Uberaba, Visconde do Rio Branco.

Do total, 29 foram recapturados e 46 ainda continuam foragidos do sistema penitenciário, incluindo autores de furto, roubo, homicídio, estupro e tráfico de drogas.

O MPMG informou que as Promotorias de Justiça que atuam na área de execução penal estão trabalhando com pedidos de recaptura e regressão do regime de cumprimento de pena.

Informações G1.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.