Compartilhe:

Mulher de 41 anos é suspeita de mais três casos parecidos na cidade. Militares encontraram seringas, remédios, além de objetos e dinheiro roubados.

A Polícia Militar prendeu no início da noite de sexta-feira (30), uma mulher, 41 anos, suspeita de aplicar falsa vacina numa senhora, 72 anos, dopá-la e roubá-la. Após tomar conhecimento do caso, militares iniciaram diligências no intuito de identificar a autora.

Foram verificadas imagens de câmeras próximas ao local do crime, no Bairro Vilela, entrevistas com pessoas que pudessem ter visto algo suspeito, entre outras. No fim do dia, a Polícia Militar chegou a um endereço onde reside a suspeita, também no Bairro Vilela.

No local, os militares fizeram contato com a mulher que permitiu a entrada da equipe para vistoria. Durantes as buscas, ela acabou admitindo o roubo e disse que ministrou 1ml do remédio Clonazepam de forma intramuscular na vítima, que perdeu a consciência em cinco minutos. Em sequência, ela roubou os itens e fugiu.

Durante as buscas no quarto da autora, foram apreendidos uma caixa de Clonazepam 2,5 mg/ml, além de seringas usadas para a ministração do medicamento e a quantia de R$ 2.658,00. Também foi localizada a camisa que ela usava na hora do crime, diversos receituários já assinados e carimbados, contudo em branco (não preenchidos), mais dois invólucros de Clonazepan 2,5 mg/ml e duas caixas de Sibus 15 mg que são de venda controlada e alguns cadastros com nome, telefone e endereço de diversas pessoas. Foram recuperadas duas bolsas, reconhecidas pela vítima como sendo de sua propriedade.

Durante diligências, mais uma vítima, uma senhora de 80 anos, apareceu relatando que passou pela mesma situação no dia 27 de abril. Além desses dois casos, a mulher é suspeita de mais dois, um registrado no dia 19 de fevereiro por um casal, um homem de 86 anos e uma mulher de 85; e outro no dia 09 de março por duas senhoras, 92 e 86 anos, ambos no Bairro Nossa Senhora da Penha.

A mulher foi presa em flagrante e encaminhada para a Delegacia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *