Compartilhe:

Foi sepultado na última terça-feira (19), em Belo Horizonte, o corpo do motociclista Gabriel Gomes Matias de 19 anos. Ele morreu após ser atingido com uma linha com cerol no pescoço enquanto trafegava na MG-020, nas imediações do bairro Monte Azul, região Nordeste de Belo Horizonte.

Acidente

A morte trágica de Gabriel é a primeira registrada em 2022 em BH envolvendo linhas com cerol. A Polícia informou que o motociclista estava seguindo pela rodovia quando foi atingido pela linha cortante. Ao ser ferido, o rapaz perdeu controle da motocicleta que cruzou a pista e só parou na via lateral da MG-020.

O Serviço Médico de Atendimento de Urgência (SAMU) foi chamado, mas Gabriel já estava morto quando o socorro chegou. A motocicleta que era conduzida pelo jovem foi levada pelo padrasto de Gabriel que esteve no local do acidente e fez o reconhecimento da vítima.

Lei

Pela legislação, quem for autuado em flagrante vendendo linhas cortantes tem que pagar uma multa que pode varia entre R$ 3.590 a R$ 179 mil, se o infrator foi reincidente.

Se a linha cortante for apreendida em poder de uma criança ou adolescente, os pais ou responsáveis serão notificados e o Conselho Tutelar passa a atuar no caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.