Compartilhe:

A Polícia Rodoviária prendeu em flagrante, na noite desta quarta (17), no quilômetro 1 da BR-265, em Barbacena, três homens que se faziam passar por “policiais cariocas” para praticar crimes na região.

Os acusados portavam carteiras funcionais, coletes e pistolas falsas, mas carregavam também um revólver calibre 38 verdadeiro. Portanto, foram acusados dos crimes de falsidade ideológica, falsificação de documento e porte ilegal de arma de fogo com numeração raspada.

Segundo a Polícia, durante diligências da Operação Combate ao Crime Organizado, a equipe GTR ALPHA patrulhava nas proximidades de um estabelecimento comercial às margens da rodovia, quando se deparou com um veículo Toyota Yaris próximo a um trator e seu semirreboque.

Os policiais relataram que dois indivíduos estavam posicionados próximo aos veículos em atitude de fundada suspeita. Eles procederam, então, a abordagem e os suspeitos se  identificaram como policiais civis do Estado do Rio de Janeiro. Os suspeitos afirmam que estavam realizando a escolta da carreta, mas apresentaram versões controvérsias. Foi acionado reforço policial, comparecendo a equipe da coordenação do turno.

Desta forma, foi providenciada busca pessoal, sendo encontrado na cintura de um dos envolvidos um revolver calibre 38, com numeração raspada, carregado com seis munições. No interior do veículo Toyota foram localizados quatro simulacros de pistolas automáticas, um cinturão baleeira contendo oito munições de calibre 38 e ainda um capa de colete da Polícia Civil do RJ.

As identidades funcionais apresentadas possuíam indícios de falsidade, sendo apreendidas. Sendo constatado que os envolvidos teriam sido excluídos no ano de 2006 da instituição e respondem por diversos processos como porte ilegal de armas, receptação, falsidade Ideológica e uso de documentos falsos.

Em verificação aos veículos que escoltavam foi apresentada a documentação alusiva aos veículos. Contudo, a documentação apresentada para o semirreboque tratava se de documento com indícios de adulteração e falsidade.

No interior havia um enorme lote de eletrodomésticos e eletrônicos, os quais possuíam notas fiscais. Foi acionada a perícia técnica da Polícia Civil que devido ao grande número de objetos resolveu lacrar a carga para posterior conferência.

Todos autores seguem presos encaminhados à Depol em Barbacena.

Materiais Apreendidos

  • 01 Revolver 38 raspado
  • 14 munições Calibre 38
  • 01 cinturão baleeira
  • 04 Simulacros de Pistolas
  • 04 Coldre
  • 01 Faca estilo militar
  • 01 Capa de Colete Polícia Civil
  • 03 aparelhos celular
  • 02 Carteiras Funcionais Falsas
  • 01 CRLV Falsificado
  • 03 Veículos apreendidos
  • R$ 683,00 em espécie

Informações Notícias Gerais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *