Compartilhe:

Desde o final do século XVIII, graças a uma experiência do médico e cientista inglês Edward Jenner no combate a varíola, assistimos uma revolução da medicina graças às vacinas que vieram a partir de então.

Milhões de pessoas foram salvas, gerações livres e imunizadas contra a poliomielite (paralisia infantil), varíola, sarampo, difteria, febre amarela e a lista é extensa, e ainda há aquelas que esperamos, como para a AIDS e dengue, e mesmo para outros agentes patogênicos, como protozoários, incluindo malária.

Então por que há pessoas que são contra?

São várias causas, 1º é o fato se sermos uma sociedade distante da Ciência, e, portanto há muitos que não compreendem; 2º fanatismo ideológico de extrema direita anti-ciência, um mal crescente; 3º por incrível que pareça, por motivos políticos; 4º e até por crença religiosa.

É preciso divulgar a ciência e seus benefícios, e mostrar as pessoas que essas ideologias e comportamentos colocam em risco a vida das pessoas, pois negar a se vacinar é abrir possibilidade de morte coletiva.

por Marcos Magalhães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *