Compartilhe:

Vivemos mais uma tragédia climática, a de Petrópolis, que infelizmente não é a única, assistimos eventos de extremos por todo o planeta, de secas do sul do Brasil e de muita chuva na Bahia e Minas, de grandes enchentes na Europa, de calor extremo e incêndios florestais no Canadá, de fome em vários países da África, e a lista é enorme e será ainda maior.

Por que tudo isso?

A resposta é simples, cuidamos mal da Terra. Esquecemos a fraternidade, somos engolidos pela ganância desenfreada, envenenamos as águas, derrubamos as florestas, matamos uns aos outros, acentuamos o aquecimento global, deixamos de ser cuidadores da Terra e passamos ao papel de tiranos, e o resultado é um caos ambiental.

Há tempo para mudar?

Sim, mas depende de ação de cada um de nós, ao diminuir o consumo de água; de economizar energia; de comer menos carne; de consumirmos menos e compartilhar mais; de plantar florestas; de eleger pessoas com pauta ambiental e humanista; de investir em políticas públicas de moradias dignas, e não em área de risco; de substituir conflitos ideológicos rasos pelo trabalho cooperativo, em prol do bem comum; de ensinarmos nossos filhos e serem éticos e amorosos, e não competitivos e intolerantes; de enxergarmos o outro como irmão e não como objeto.

Por Marcos Magalhães

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.