Compartilhe:

A Prefeitura Municipal de Barroso tem tratado o Hospital e seus funcionários com todo carinho e respeito que merecem. Só neste primeiro trimestre de 2021, o Município de Barroso já repassou à instituição pouco mais de R$ 1 milhão (direta e indiretamente conforme os dados) e não tem medido esforços para ajudar a instituição neste momento de crise causado pela pandemia da COVID-19.

Desde o início da semana o prefeito Anderson de Paula e o vice-prefeito Eduardo Pinto estão indo pessoalmente ao Hospital para buscar caminhos junto com a direção, médicos e enfermeiros para o apoio no combate a pandemia. Na terça-feira (30) o prefeito se reuniu com presidente da Câmara, vereador Luiz Moreira, e juntos discutiram a possibilidade de adiantar uma devolução do recurso extra da casa, que só viria para os cofres da Prefeitura no fim do ano, para já atender o Hospital. Na quarta, o presidente da Câmara informou ao prefeito que vai devolver R$ 100 mil para a prefeitura destinar ao Hospital.

O Centro de COVID da Prefeitura também atua para desafogar o atendimento de casos suspeitos de coronavírus do Hospital. Além disso, o prefeito e vice-prefeito estão atuando para dar ainda mais suporte a instituição no enfrentamento a pandemia.

“Não estamos medindo esforços para ajudar o Hospital, especialmente neste momento de colapso na saúde. Temos feito nossa obrigação, mantendo os repasses rigorosamente em dia, e buscando, cada vez mais, apoio para instituição” afirma o prefeito Anderson.

CONFIRA OS DADOS

Valor total: R$ 1.005.867,42 (Direto e Indireto)

Recurso direto: R$ 805.867,42

Subvenção: R$ 275.850,00

Sobreaviso: R$ 129.657,43

SUS: R$ 400.359,99 – (Recurso do Município, repassado pela União, para compra de serviços)

Recurso indireto: R$ 200.000,00 – Rede Resposta Urgência e Emergência.

(Recursos que chega no cofre do município e é repassados ao Hospital)

1 comentário

  1. Só esqueceu de falar que esses recursos não tem nada haver com a COVID-19.
    Todos esses recursos já eram repassados normalmente antes da pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *