Compartilhe:

As microrregiões que envolvem as cidades de Barbacena, São João del Rei, Muriaé, Além Paraíba, Santos Dumont e Viçosa foram consideradas aptas a avançar para a Onda Verde do programa Minas Consciente, que permite a reabertura de serviços não essenciais com alto risco de contágio.

A decisão foi anunciada na tarde da quarta-feira (9), pelo governo de Minas Gerais, após mais uma reunião semanal. Toda as mudanças informadas na reunião começam a valer a partir do sábado (12).

São 112 cidades da Zona da Mata e do Campo das Vertentes que aderiram ao Programa Minas Consciente. Estes municípios estão divididos em três macrorregiões: SudesteCentro-Sul e Leste do Sul.

DECISÃO POR CIDADE

Lembrando que, apesar da classificação por microrregião, a decisão de avançar ou regredir para uma onda cabe a cada Prefeitura. Assim, Barroso, conforme informou a reportagem do Barroso EM DIA à Assessoria de Imprensa da Prefeitura, continua na Onda Amarela. Em cinco dias o município de cerca de 20 mil habitantes registrou duas mortes. 

  • A Prefeitura de São João del Rei, que chegou a confirmar ao G1 o avanço para Onda Verde, recuou da decisão e em acordo com o Ministério Público, segue também na Onda Amarela. O motivo seria a crescente dos casos. Um decreto municipal chegou a ser publicado na quinta-feira (10) oficializando a progressão.
  • Já a Prefeitura de Barbacena informou que ainda não tem informações sobre o avanço para a Onda Verde ou a permanência na Onda Amarela.

Onda Amarela

  • Bares (consumo no local);
  • Autoescola e cursos de pilotagem;
  • Salão de beleza e atividades de estética;
  • Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo;
  • Papelaria, lojas de livros, discos e revistas;
  • Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem;
  • Comércio de itens de cama, mesa e banho;
  • Lojas de móveis e lustres;
  • Imobiliárias;
  • Lojas de departamento e duty free;
  • Lojas de brinquedos;
  • Academias (com restrições);
  • Agência de viagem;
  • Clubes;
  • Bibliotecas, museus, galerias, arquivos (com restrições).
  • Parques estaduais, unidades de conservação, zoológicos e jardins (com restrições).

Onda Verde

Para avançar para a Onda Verde, as cidades precisam estar há 28 dias consecutivos na Onda Amarela, sem sofrer retrocessos durante esse período. Nesta etapa, são permitidas as seguintes atividades:

  • Atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo;
  • Cinemas, bibliotecas, museus, arquivos;
  • Parques, zoológicos e jardins;
  • Feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas, bufê;
  • Parques de diversão, discotecas, boliches, sinuca;
  • Bares com entretenimento (shows e espetáculos);
  • Serviços de colocação de piercings e tatuagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *