Compartilhe:

Quando entraram em campo, no estádio João Vigia, em Barroso, Minas Gerais, na tarde/noite dessa quarta-feira (29), Athletic Club, de São João del Rei, e o Sub 20 do Cruzeiro, não fizeram apenas um jogo treino visando as competições de 2022. Athletic x Cruzeiro realizaram em Barroso, neste 29 de dezembro de 2021, o primeiro duelo entre clubes-empresa do Brasil. Um fato histórico!

No dia 6 de agosto deste ano o presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou o Projeto de Lei 5516/2019 que cria a Sociedade Anônima do Futebol (SAF). A medida permite que os clubes de futebol do Brasil se tornem clubes-empresas, modelo de negócio conhecido no exterior, especialmente na Europa.

Assim, o Cruzeiro, que vive a maior crise financeira e institucional desde a sua fundação, viu na SAF uma oportunidade de resolver os seus problemas e se tornou o primeiro clube do país a avançar no projeto de mudar o seu formato jurídico e se transformar em Sociedade Anônima do Futebol.

Os conselheiros do clube celeste já haviam aprovado em votação a mudança em agosto, e em 29 de novembro o presidente do clube, Sergio Santos Rodrigues, anunciou oficialmente a criação da SAF. Desta forma, em 18 de dezembro, Ronaldo Fenômeno anuncia a compra de 90% das ações do Cruzeiro, com investimento de R$ 400 milhões. Os valores foram informados pela XP Investimentos, que liderou a negociação, até então a primeira da história do país desde que o projeto de lei nº 5516, de 2019, foi aprovado há três meses.

Três dias depois, com pensamentos ambiciosos, o Athletic Club também se transforma em clube empresa em Minas Gerais. A equipe, que disputa a primeira divisão do Campeonato Mineiro, também se tornou Sociedade Anônima do Futebol (SAF) ao ser adquirida pela empresa V2 Participações.

Por meio da V2 Participações, os empresários Vinícius Diniz e Victor Felipe Oliveira adquiriram 49% de participação no controle do Athletic. Em entrevista ao Estadão, os investidores consideram a modesta agremiação de São João del Rei uma joia rara porque é organizada, não tem dívida e faz um trabalho relevante nas categorias de base. Com 49% das ações, os empresários não têm o controle definitivo das ações do clube. No caso do Cruzeiro, Ronaldo adquiriu 90%.

E no duelo que era apenas um amistoso, Athletic visando o Campeonato Mineiro 22 e o Cruzeiro a estreia na Copinha, se tornou o primeiro confronto entre clubes-empresa do Brasil. E a “empresa” sanjoanense se deu melhor, venceu a partida por 1×0 contra o Sub 20 do Cruzeiro. Já o jogo entre as duas equipes profissionais acontecerá na segunda rodada do Campeonato Mineiro, dia 30 de janeiro, um domingo, em São João del Rei, na agora intitulada Arena Unimed/Joaquim Portugal.

Foto de capa: Matheus Passos

Foto: Athletic/Fernanda Trindade

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.