Sirenes tocam em barragem da Vale em Barão de Cocais e moradores são retirados

Compartilhe:

Pelo menos 500 pessoas de três comunidades de Barão de Cocais, na Região Central de Minas, tiveram que deixar suas casas na madrugada desta sexta-feira por conta de um alerta na barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, da Vale.

Segundo a mineradora, responsável pela barragem que se rompeu em Brumadinho, na Grande BH, a decisão é preventiva e ocorreu após a consultoria Walm negar a Declaração de Condição de Estabilidade à estrutura. As sirenes teriam tocado por volta da 1h e o plano de emergência foi acionado nas comunidades de Socorro, Tabuleiro e Piteiras. Barão de Cocais fica a 100 quilômetros da capital mineira. As pessoas foram levadas para um ginásio.

A sexta-feira também começou com alerta de risco por conta de uma barragem da ArcelorMittal em Itatiaiuçu, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Pelo menos 50 pessoas tiveram que ser retiradas de suas casas na comunidade de Pinheiros.

A Defesa Civil foi acionada pela própria mineradora. Policiais militares e bombeiros ajudaram em uma busca ativa nas residências para localizar mais pessoas. Moradores da região informaram, por meio das redes sociais, que as sirenes de Itatiaiuçu teriam tocado por volta das 4h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *