Compartilhe:

Marta Miriam, a Mirinha, foi a primeira pessoa a ver o Padre Fábio José Damasceno, no mundo. Ela era prima dele e estudava em São João del Rei, quando acompanhou a mãe nos trabalhos de parto no Hospital das Mercês, em São João, onde ele nasceu em 01 de junho de 1964.

Como o pai estava em Juiz de Fora, ela acompanhou todo o trabalho e viu de perto a situação difícil que Fábio nasceu, já correndo risco de morrer. “Ele foi direto para incubadora, mas graças a Deus tudo correu bem”, diz Mirinha que conta que foi a primeira pessoa da família a ver porque a mãe, Dona Conceição, desmaiou durante o parto.

Esses e outros depoimentos estão em um documentário que a Câmara Municipal de Barroso fez em homenagem ao Jubileu de Prata de Padre Fábio, quando ele completou 25 anos em Barroso. Além da prima, irmã, amigos, padres e a sua mãe, Dona Conceição, participaram do documentário que tem cerca de 20 minutos. Relembre:

 

ENTREVISTA

Relembre também uma das entrevistas de Padre Fábio Damasceno ao repórter Bruno Ferreira. Com posicionamento forte e sempre muito critico a LafargeHolcim, Padre Fábio se posicionava sobre qualquer assunto relativo a cidade de Barroso. Relembre a entrevista de 2018:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *