Compartilhe:

Há exato 1 ano, a capa da edição impressa do jornal Estado de Minas, destacava o “E daí?” do presidente Jair Bolsonaro ao comentar o fato de o Brasil atingir 5.017 mortos por #COVID-19 e ultrapassar a China.

Só nos últimos 36 dias, foram 100 mil mortes. E em 24 horas, o Brasil registrou 3.074 mortes.

O luto dos brasileiros atingiu mais um marco simbolicamente trágico na pandemia. Trágico pelo número em si e, também, pela velocidade com que chegamos a ele. O Brasil passou de 400 mil pessoas que perderam a vida por causa da Covid. O Brasil rompeu mais esse patamar depois de registrar 3.074 óbitos em 24 horas, pelos dados apurados pelo consórcio de veículos de imprensa, e chegou a 401.417 mortes.

Em números absolutos, o Brasil é nesta quinta (29) o segundo país com mais mortos por Covid, segundo dados do site Nosso mundo em dados. Os números têm um atraso de um dia. Por isso, o dado do Brasil ainda aparece em 398 mil mortos. Em primeiro lugar, estão os Estados Unidos, com mais de 574 mil vítimas. Depois do Brasil, vêm o México, com 215 mil, e a Índia, com 204 mil.

VACINA

O total de vacinados com a primeira dose no país chegou a 31.208.111, o equivalente a 14,74% da população. Receberam a segunda dose 15.132.178 pessoas, ou 7,15% da população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *