Compartilhe:

A cobrança de pedágio no trecho de 180 quilômetros da BR-040 que liga Juiz de Fora ao Rio de Janeiro vai ser suspensa a partir da próxima semana. Isso porque o contrato de concessão para a manutenção e exploração das praças de pedágio na via, firmado com a Concer desde 1996, chega ao fim neste domingo (28).

Assim, a gestão do trecho será assumida pelo Ministério da Infraestrutura (Minfra) a partir de segunda-feira (1º de março). “O processo de transição até a saída definitiva da Concer deve durar alguns dias, porém, a partir do dia 1º de março, as praças de pedágio estarão liberadas ao tráfego”, confirmou o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) à Tribuna, por meio da assessoria de imprensa do Minfra.

“O Dnit informa que, com o fim do contrato com a Concer para administração da BR-040, entre Rio de Janeiro e Juiz de Fora, a autarquia passará a garantir a continuidade de serviços básicos para que o usuário não seja prejudicado”, afirma o órgão. Entre os serviços a serem assumidos pelo Dnit, conforme a própria autarquia, estão “obras de manutenção da rodovia, guarda patrimonial e serviço de guincho”.

Concessionária alega que fez melhorias nas últimas décadas

A concessionária afirma que, após responder pela administração de 180 quilômetros do trecho da BR-040 entre Juiz de Fora e o Rio de Janeiro por 25 anos, acumulou “investimentos executados na rodovia que superam em 190% o conjunto de melhorias previstas no contrato original de concessão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *