Compartilhe:

Oito cidades da Zona da Mata e Campo das Vertentes registraram em uma semana, 37 casos prováveis de dengue. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) nesta terça-feira (24), no Boletim Epidemiológico.

De acordo com os dados, o município de Visconde do Rio Branco registrou 19 notificações. Em seguida, aparecem as cidades de Astolfo Dutra (6), Leopoldina (4), Dores do Campo (3), Ubá (2), Cataguases (1), Piraúba (1) e Tocantins (1).

A SES-MG também segue investigando três óbitos por dengue nas regiões, nas seguintes cidades: Muriaé, Senador Firmino e Além Paraíba.

Incidência de dengue

O município de Tocantins continua na primeira posição do ranking com a maior incidência de dengue na Zona da Mata e Vertentes. Conforme a SES-MG, o município registrou 1.189 casos prováveis e um índice de 7.161,79 .

Na segunda posição das regiões, aparece Rodeiro com uma incidência de 3.128,52 e com 250 notificações da doença neste ano. Veja abaixo o levantamento completo.

A estratificação dos valores utilizados pela SES-MG contribui para avaliação, planejamento e orientação das medidas de controle vetorial e ações de vigilância em saúde.

  • incidência baixa: menos de 100 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência média: 100 a 299 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência alta: de 300 a 499 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência muito alta: mais de 500 casos prováveis por 100.000 habitantes.

Conforme o Boletim do Estado, a taxa de incidência estima risco de ocorrência da dengue em uma determinada população em intervalo de tempo também determinado e a população exposta ao risco de adquirir a doença.

Veja o número de casos prováveis de dengue na última semana nas cidades da Zona da Mata e Vertente

CidadeCasos prováveis na última semanaCasos prováveis no anoIncidência
Além Paraíba0616,99 (baixa)
Antônio Carlos0217,49 (baixa)
Astolfo Dutra62201561,95 (muito alto)
Barbacena0118,06 (baixa)
Barroso0733,78 (baixa)
Bicas0213,86 (baixa)
Brás Pires0368,59 (baixa)
Carandaí01247,38 (baixa)
Carangola0412,13 (baixa)
Cataguases12938,83 (baixa)
Descoberto0240,03 (baixa)
Divinésia0258,63 (baixa)
Dores do Campo3439,68 (baixa)
Dona Euzébia0576,65 (baixa)
Espera Feliz0728,26 (baixa)
Entre Rios de Minas0532,86 (baixa)
Eugenópolis0217,83 (baixa)
Ewbank da Câmara0125,61 (baixa)
Guarani025280,80 (média)
Guidoval018253,24 (média)
Guiricema0447,38 (baixa)
Juiz de Fora0559,75 (baixa)
Laranjal0129,47 (baixa)
Leopoldina41426,65 (baixa)
Lima Duarte0423,99 (baixa)
Matias Barbosa0320,86 (baixa)
Mercês0218,66 (baixa)
Miradouro0874,62 (baixa)
Muriaé04844,40 (baixa)
Pequeri04120,85 (média)
Piau03108,58 (média)
Piraúba135323,59 (alta)
Recreio019,51 (baixa)
Rio Pomba071397,58 (alta)
Rodeiro02503128,52 (muito alta)
Santana do Deserto013327,27 (alta)
Santos Dumont024,30 (baixa)
Santa Cruz de Minas09105,37 (média)
São Geraldo0541,10 (baixa)
São João del Rei03640, 15(baixa)
São Geraldo0541,10 (baixa)
São João Nepomuceno01557,10 (baixa)
Senador Firmino08103,04 (média)
Silverânia05221,43 (média)
Tabuleiro0126,37 (baixa)
Tocantins11.1897161,79 (muito alta)
Ubá2634554,85 (alta)
Viçosa01215,33 ( baixa)
Visconde do Rio Branco19325771,07 (muito alta)

Informações G1 Zona da Mata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *