Infarto tira a vida do desportista dorense Cassimiro

Compartilhe:

Dores de Campos está em luto, com a morte do “folclórico” presidente do Sete de Setembro, Cassimiro Hábil de Oliveira, o popular Mirão.

Com 63 anos anos de idade, o Sete de Setembro sempre foi a paixão deste grande homem, que contribuiu para o engrandecimento do esporte dorense. Um infarto silenciou a voz deste gigante do futebol.

“Quando eu morrer, eles vão plantar mandioca no campo do Sete. O futebol vai acabar de vez”, dizia Cassimiro ao ser questionado porque ainda tentava manter o futebol amador na ativa, mesmo diante de tantas dificuldades e da falta de comprometimento da maioria dos atletas.

“Nasci em Dores de Campos, mas não sou dorense sou Sete”, brincava Cassimiro ao fazer o trocadilho com o seu arquirrival o Dorense Clube. “Sou campeão do mundo.Na final da Liga de Barbacena em 1995 eu ganhei do Dorense”, também era uma frase sempre comentada por ele.

O velório está sendo realizado na sede social do Sete de Setembro e o enterro será às quatro horas da tarde desta quinta-feira (5) no Cemitério Municipal. Devoto de Nossa Senhora Aparecida, Cassimiro já viajou a pé para Aparecida em São Paulo por duas vezes. “Ela me ajuda muita. Tenho que pagar as minhas promessas”, finalizou.

Portal Dores de Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *