Compartilhe:

De acordo com informações cedidas pela assessoria de comunicação do Instituto Nossa Senhora do Carmo, o hospital de Barroso tem três pacientes internados por dengue. O estado de saúde dos três segue estável. Há também informações extra-oficiais de pacientes que foram transferidos para Barbacena e São João del Rei, com o estado de saúde mais grave.

A situação da dengue na cidade escala para uma situação de emergência. Segundo dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Minas Gerais (SEE-MG) divulgados na última segunda-feira (29), Barroso 760 casos prováveis de dengue, sendo a 15ª cidade mineira com o maior número de casos.

Barroso tem mais casos, por exemplo, que Juiz de Fora, cidade quase 30 vezes maior que o município. Os juizforanos estão com 250 casos prováveis e o município tem cerca de 600 mil habitantes. Barbacena e São João del Rei também tem menos casos que Barroso.

Para tentar combater o mosquito, a Prefeitura Municipal criou um centro especializado e aumentou para atendimento aos pacientes com sintomas e declarou que aumentou a fiscalização nas residências e bairros com o maior número de foco. Porém, fez questão de frisar que para combater a dengue precisa da colaboração de todos os moradores.

VACINA

Apesar do alto número, Barroso está fora da lista das cidades que vão receber a vacina da dengue no próximo mês. Vinte e duas cidades de Minas Gerais estão entre os 521 municípios brasileiros selecionados pelo Ministério da Saúde para iniciar a vacinação contra a dengue via Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *