Compartilhe:

Em boletim epidemiológico divulgado nessa quarta-feira (20), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) informou que, até a última terça-feira (19), foram registrados 86.866 casos prováveis de dengue em Minas em 2022. Desse total, foram confirmados 55.486 casos da doença.

Ainda conforme a SES-MG, a dengue já causou a morte de 39 mineiros e 47 óbitos estão sendo investigados.

O levantamento contabiliza os mortos a partir dos municípios que tiveram notificações. Por isso, das 39 mortes causadas pela dengue, três são referentes a moradores de Minas que tiveram o óbito registrado em outros estados.

Em relação à febre Chikungunya, a SES-MG apontou 7.607 casos prováveis da doença no Estado, dos quais 4.085 foram confirmados. Até o momento, não foi contabilizada nenhuma morte em decorrência da Chikungunya em Minas. Ainda assim, existe um óbito associado à doença que segue em investigação.

Já os dados do vírus Zika mostram que existem 70 casos prováveis, sendo 18 confirmados para a doença no Estado. Não há morte por Zika em Minas, até o momento, de acordo com a SES.

BARROSO

Com relação à Barroso, a cidade registra 11 casos prováveis de dengue desde o início de 2022. Não foi registrado nenhum óbito causado pelo mosquito Aedes aegypti no município durante o ano, nem casos de Chikungunya ou Zika vírus.

Informações complementares Hoje em Dia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.