Compartilhe:

Barroso vai receber, ao todo, R$ 380.432,30, com aprovação das leis Aldir Blanc e Paulo Gustavo. Serão R$ 170.704,54 pela Lei Aldir Blanc e R$ 209.727,76 pela lei Paulo Gustavo.

Todas as leis são de repasses voltados para a Cultura e uma parcela do que será repassado ao estado será dividido entre os municípios mineiros. O dinheiro das transferências é proveniente do superávit financeiro de receitas vinculadas ao Fundo Nacional de Cultura e será operado diretamente pelos municípios.

A lei havia sido vetada pelo Presidente da República, porém o Congresso derrubou o veto na noite da última terça-feira (5).  O texto autoriza repasse de cerca de R$ 3,86 bilhões em recursos federais a estados e municípios para fomento de atividades e produtos culturais, como forma de atenuar os efeitos econômicos e sociais da pandemia de covid-19.

Do total a ser liberado pelo Poder Executivo, R$ 2,797 bilhões devem ir para o setor de audiovisual. O restante (R$ 1,065 bilhão) será repartido entre outras atividades culturais.

O nome do projeto homenageia o ator e humorista Paulo Gustavo, que morreu em maio de 2021, também vítima da covid-19. É também uma homenagem ao cantor e compositor Aldir Blanc

OUTRAS CIDADES

Barbacena vai receber cerca de R$2 milhões

São João del Rei – R$1,5 milhão

Prados – R$160 mil

Dores – R$200 mil

Tiradentes – R$160 mil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.