Compartilhe:

A Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) anunciou nessa sexta-feira (3) que o retorno das aulas em Barbacena foi adiada para o dia 12 de julho. A decisão foi tomada após Ministério Público Federal (MPF) em São João del Rei ajuizar uma ação civil pública (ACP) para impedir o retorno das atividades.

A ação no Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1) afirma que ainda não há condição segura para retorno de aulas de aulas dos 507 estudantes por causa do coronavírus. Em maio, a Escola Militar da Força Aérea Brasileira (FAB) registrou um surto de Covid-19 que infectou 204 alunos, o que corresponde a 40,2% do total da instituição.

Na quinta-feira (2), a juíza da Vara Federal Cível e Criminal de São João Del Rei, Ariane da Silva Ferreira, acatou o pedido do MPF e intimou a União Federal através de um despacho a se manifestar em até 24 horas sobre o retorno destes estudantes para a instituição militar.

Como a Epcar decidiu nesta sexta pelo adiamento do retorno das atividades, o Juízo da Vara Única Federal de São João del Rei postergou o prazo para a análise da ACP ajuizada pelo MPF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *