Compartilhe:

maioria das cidades da Zona da Mata e Campo das Vertentes está em situação de alerta para o Aedes aegypti. O mosquito é transmissor da chikungunya, dengue e zika.

A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) no 1º Levantamento Rápido de Índices de Infestação (LIRAa) de 2022.

De acordo com a SES-MG, a pesquisa, realizada junto aos municípios mineiros em janeiro e em outubro de todos os anos, é parte da estratégia de monitoramento e controle do inseto.

O Ministério da Saúde classifica que até 0,9% o risco de infestação é baixo. Já no intervalo entre 1 e 3,9% a situação é de alerta; e quando igual ou superior a 4% é considerado risco de surto.

Informações G1

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.