Compartilhe:

Quem vê as mãozinhas pequenas e o jeitinho delicado não
imagina a força da voz da Manu, a menina barrosense que
encantou o Brasil participando do The Voice Kids da
Rede Globo. Mas este sonho não começou agora. Desde muito cedo, aos três anos de idade, ou um pouco antes, Manu já “cantarolava” algumas canções em meio à família de músicos.

“Quando eu e minha irmã éramos menores, meu pai tinha que pegar a gente no colo para dormir. E ele tinha que cantar, se não nós duas
chorávamos. Foi assim que eu comecei a ter amor pela música”,
conta Manu que, ao lado da irmã Monise, forma a dupla que muitos de nós já conhecemos.

O tempo passou. Manu parou de resmungar no colo as canções e começou a cantar de verdade. Comparada ao seu talento, ela é mesmo muito pequena. Depois de participar da chamada Audição às Cegas cantando a música ‘’Regime Fechado’’, da dupla Simone e Simária, Manu entrou para o programa e encarou sua primeira batalha. Aliás, primeira não. Apesar de muito nova, Manu está acostumada a batalhar desde cedo.

Verbo que aprendeu a conjugar com o pai, Nilton, que foi quem
acompanhou a filha durante o programa. ‘’Eu gostava muito de compor, de cantar em festivais e passei isso para elas porque o meu sonho não foi realizado, mas pensei que com as meninas poderia ser realizado e graças a Deus tá dando certo”, diz o pai.

E a persistência vem de família. A inscrição no programa foi realizada pela irmã. “Eu inscrevi ela, gravei os vídeos. A gente ficou um dia inteiro gravando nesse calor, mas deu tudo certo. Ela cantou muito bem”, declara Monise.

Monise começou a cantar e a tocar violão bem cedo também, aos seis anos de idade. Dessa forma, ela vem ensinando tudo que sabe para a Manu, que se inspirou na irmã mais velha para entrar para o mundo musical.

“Elas são muito carinhosas uma com a outra. Aqui em casa a gente não vê brigas. O pessoal nem acredita, mas é um tal de ‘eu te amo’ o tempo todo. Apesar de terem quartos separados, elas sempre dormem juntas”, diz a mãe Anaduza que carrega o colchão de um lado para o outro quase todos os dias.

A casa da família deixou de ser casa para se tornar em uma espécie de estúdio musical improvisado. Na garagem não são guardados carros, mas sim sonhos e talentos que crescem a cada dia. E assim é a vida da família barrosense que o mundo está conhecendo agora. O pai ajuda nos ensaios e a escolher o repertório dos shows. Já a mãe é responsável pela produção e pelos figurinos e acessórios. Não é o sonho da Manu. Não se trata do sonho da Manu. É o sonho de uma família. Nilton é quem leva a dupla para todos os shows inclusive em outras cidades. A tradicional Kombi já sai carregada
com os equipamentos e pesada de talento.

É por isso que a cidade entendeu e abraçou. Porque estamos falando de uma família que representa um município que acredita que, independentemente do resultado de um programa de televisão, já está comprovado que o amor entre pai, mãe e irmã gerou um talento que atravessa fronteiras e conquista corações, sejam eles de Barroso ou não.

O tal desejo continua… Manu venceu recentemente a primeira batalha do programa cantando a música Tijolinho por Tijolinho e assim ela continua no sonho do The Voice Kids, ou seja, como uma boa mineira, Tijolinho por Tijolinho.

E ela vai voltar, desta vez ao vivo e vai cantar e encantar a todos.
Não há dúvida sobre o talento desta pequena que transformou não só a vida da família, mas uma cidade inteira, mesmo que pequena, onde cerca de 20 mil corações batem e triplicam pelo Brasil e pelo
mundo acreditando que o interior é e sempre será muito grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *