Projeto de Lei quer proibir uso e comercialização de linha com cerol e chilena em MG

Compartilhe:
Um Projeto de Lei (PL), que tramita na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), quer proibir o uso e comercialização de linhas com cerol e chilena. O texto, de autoria de Fred Costa (PEN) ganhou parecer pela legalidade da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).
 
Essas linhas, em geral utilizadas para brincadeiras com pipas e papagaios, são consideradas perigosas especialmente para ciclistas e motociclistas. Uma lei de 2002 já impede esse uso em áreas públicas e comuns. A nova proposta pretende proibir qualquer tipo de utilização e comercialização.
 
O relator na CCJ, o deputado Leonídio Bouças (MDB), destacou que a proposta trata primordialmente de segurança pública. O PL, que tramita em 1º turno, ainda deverá ser analisada pelas comissões de Segurança Pública, Desenvolvimento Econômico e Fiscalização Financeira E Orçamentária (FFO) antes de ser levada ao plenário.
 
No último mês, em um dos casos mais recentes na região um menino de 10 anos, que soltava pipa no campo da comunidade do Bichinho foi atingido no pescoço por uma linha com cerol. A criança teve um corte grande, foi atendido pelo SAMU. Clique aqui para mais informações do ocorrido.
Informações G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *