Cerca de 500 cadastros do Bolsa Família foram cancelados em Barroso

Compartilhe:

De acordo com o site da Prefeitura Municipal de Barroso, o trabalho de “pente fino” do Governo Federal, realizado por meio de uma auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) no programa Bolsa Família, vem identificando, desde o ano passado, beneficiários que não teriam direito ao programa, seja por estarem fora das regras estabelecidas, seja por falta de informações declaradas no cadastro.

Ao todo, só este ano de 2018, segundo informações do Portal da Prefeitura, foram cancelados ou bloqueados 497 cadastros.

No início do ano foram cancelados 148 cadastros por falta de informações do Cadastro Único e em maio, em outra fase do processo, foram feitos 349 bloqueios e cancelamentos em Barroso, totalizando 497 só em 2018. Até o final do ano, 1.080 famílias passarão por esse processo de averiguação e revisão.

A averiguação e revisão cadastral consistem na verificação das informações registradas no Cadastro Único, por meio do cruzamento da base nacional com outras bases de dados do Governo Federal. Quando identificadas inconsistências, as famílias são chamadas para atualizar seus dados.

Existiram casos também que após as atualizações pelos beneficiários, alguns benefícios, que estavam bloqueados por falta de informação, voltaram a ser liberados.

Na matéria divulgada no site do executivo, a Prefeitura ressalta que esses cancelamentos não são realizados pela Prefeitura ou pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, mas sim pelo Governo Federal, com objetivo de inibir fraudes e pagamentos indevidos.

É importante destacar que o cadastro das famílias é autodeclaratório, o seja, o beneficiário declara as informações, sem necessidade de documentos comprobatórios. Portanto, é importante que o usuário forneça as informações verdadeiras para o cadastro, para não correr o risco de ter o benefício bloqueado, cancelado ou até mesmo de ter que devolver, em caso de recebimento indevido, pois o Governo Federal está atuando com muito rigor na revisão dos cadastros.

Em nosso município são 1.736 famílias beneficiárias do Bolsa Família atualmente, o que resulta em um repasse mensal de R$ 327.835,00.

SEMINÁRIO

No mês de agosto, a Secretaria de Desenvolvimento Social irá realizar o 2º Seminário de Condicionalidades do programa Bolsa Família, com objetivo de informar e conscientizar as famílias sobre a importância do acompanhamento da saúde e da educação e os impactos decorrentes do descumprimento dessas ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *