Compartilhe:

O governo de Minas Gerais confirmou nessa sexta-feira (17), três casos da variante ômicron do SARS-CoV-2, que causa Covid-19, no estado. Um dos pacientes veio de Moçambique e os outros dois chegaram da África do Sul. A confirmação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Os casos foram avaliados pela Fundação Ezequiel Dias (FUNED). Os pacientes estão em Belo Horizonte. São duas mulheres e um homem. Os casos já foram confirmados pelo Ministério da Saúde. os sintomas são leves e os pacientes estão estão em isolamento domiciliar. Os outros dois casos suspeitos de ômicron seguem sob análise. O resultado deve sair dentro de cinco a sete dias úteis.

A SES-MG monitora outros três casos. Dois deles vieram dos Estados Unidos e um veio da Itália. “Apesar de não serem classificados como suspeitos, devido à vigilância estabelecida no estado, teriam as amostras sequenciadas por causa do histórico de viagens e por terem testado positivo para Covid-19 e apresentado sintomas leves até 14 dias do retorno para o Brasil”. Dois deles tiveram as amostras analisadas e foi confirmada a variante delta no caso com passagem pela Itália e em um dos casos com passagem pelos Estados Unidos.

Informações: Mais Vertentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.