Levantamento histórico traz fichas de ex-funcionários das Cerâmicas de Barroso

Compartilhe:

Um levantamento realizado pelo historiador Wellington Tibério vem chamando atenção de empresários e ex-funcionários das Cerâmicas de Barroso.

Trata-se do levantamento das fichas do ex-funcionários das empresas, que anteriormente à chegada da Fábrica de Cimento, foram as principais fontes de empregos de Barroso.

Segundo Tibério, são quase 500 fichas com dados pessoais e fotografias dos funcionários. “A história sempre registra o empreendimento do empresário em Barroso, especificamente os senhores Severino Rodrigues e Silvano Albertoni, que no fim da década de 1920 fundaram as Cerâmicas”, diz Tibério, que tem como objetivo resgatar a memória dos funcionários.

“Solicitei apoio das famílias Rodrigues e Albertoni que me forneceram as fichas para o levantamento”, relata o historiador que vê a possibilidade de muitos familiares terem acesso as fotos de seus parentes.

Dentre as muitas famílias que migraram para Barroso, constituíram suas famílias e criaram laços com as Cerâmicas, está o caso da família do Senhor

Doutor João Pinto

Ercilio. Além dele, irmão, sobrinhos e o próprio pai foram funcionários da “Cerâmica do Peixe”, que também tiveram como  funcionários o ex –prefeito José Bernardo Meneghim e o atual prefeito Reinaldo Fonseca, que teve seu primeiro emprego aos 16 anos na mesma cerâmica.

“Da Cerâmica Albertoni identificamos um funcionário atualmente com 90 anos e residente nas proximidades da Praça do Cruzeiro. Outra surpresa foi a ficha do Doutor João Pinto, bem jovem, ainda sem sua tradicional barba. Ele também trabalhou na cerâmica mais antiga de Barroso.

Para quem quiser acesso a ficha e saber se teve parente trabalhando na cerâmica, basta consultar a relação disponibilizada por Tibério, na Câmara Municipal de Barroso.

 

Senhor Ercílio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *