Compartilhe:

Em época de coronavírus, é importante ter atenção com a proteção do sistema imunológico. É fundamental manter boa hidratação, ingestão de alimentos com propriedades antioxidantes (vitamina C, vitamina E, selênio, zinco, vitamina A, licopeno, resveratrol…) e anti-inflamatórias, ômega 3 e probióticos.

É claro que alimentação não evita o contágio com a doença. Mas um sistema imunológico fortalecido pode ter mais armas para combatê-la, e por isso vamos listar alguns alimentos que podem ajudar nesse reforço. E atletas profissionais ou amadores que seguem em treinamento, mesmo que seja em casa, precisam do cuidado nutricional para reduzir os efeitos negativos que o exercício em alta intensidade ou de longa duração podem causar ao sistema imunológico. Isso inclui redobrar a atenção com a ingestão energética, com maior consumo de alimentos antioxidantes e anti-inflamatórios.

  • Alimentação Colorida e Variada e diversidade alimentar promovem maior ingestão de vitaminas, minerais, ômega 3 e fitoquímicos:
  1. Vegetais verde escuros (espinafre, bertalha, brócolis, agrião, couve…): fontes de fibras, betacaroteno, ferro, ácido fólico;
  2. Frutas e legumes avermelhados (morango, tomate, cereja, berrys, goiaba): excelentes fontes de vitamina C, licopeno, antocianinas e ácido elágico, têm propriedades antioxidantes, cardioprotetoras e estimulantes do sistema imunológico;
  3. Frutas e legumes alaranjados (mamão, cenoura, damasco): ricos em pigmento carotenoide, vitamina A e vitamina C. Atuam na manutenção dos tecidos, pele e cabelos, aumentam a imunidade e a defesa antioxidante e melhoram a acuidade visual e a visão noturna.
  4. Alimentos arroxeados (uva roxa, ameixa, mirtilo, jabuticaba): fontes de antocianina e resveratrol. Possuem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, antifúngicas e cardioprotetoras;
  5. Castanha do Pará e nozes: fontes de selênio, vitamina E, ômega 3;
  6. Iogurtes naturais: fontes de vitamina A e enriquecidos com probióticos;
  7. Linhaça: fonte de ômega 3, isoflavonas e fibras.
  8. Alho: fonte do fitoquímico alicina. Possui ação antifúngica, anti-inflamatória, antioxidante e hipotensora.
  9. Mel: anti-inflamatório, melhora a imunologia, expectorante, fonte de energia e prebióticos que favorecem o funcionamento intestinal e estimulam proliferação de bactérias benéficas intestinais.
  10. Gengibre: fonte de vitamina C e B6 (piridoxina), possui propriedade anti-inflamatória e antioxidante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *