Compartilhe:

De acordo com o Governo de Minas, as mortes relacionadas à Covid-19 vêm diminuindo nos grupos que receberam as duas doses do imunizante, principalmente no caso dos idosos acima de 80 anos. “Antes, o óbito chegava a 8% nos grupos de mais idade e agora está em 3%. Em maio, nossa expectativa é de que a média de internação e óbito do grupo mais vulnerável caia ainda mais”, disse o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti.

Durante a coletiva dessa quinta-feira (14), o governador Romeu Zema enfatizou que Minas tem a menor taxa de mortalidade dentre os estados das regiões Sudeste e Sul. “Se o trabalho do Brasil fosse o mesmo, cerca de 70 mil vidas teriam sido poupadas.” Ele reforçou que a solução definitiva é a vacinação, mas voltou a dizer que todos precisam colaborar. “Lamento que algumas regiões permaneçam na onda roxa. Lembro que essa guerra é de todos nós. Se só a metade contribuir, continuaremos enfrentando dificuldades.”

O secretário de Saúde acrescentou que, há uma semana, havia mais de 600 pacientes no estado aguardando vaga em UTI, número que caiu para 400, diminuindo “de forma sistemática”. Ele acrescentou que a tendência também é de queda dos óbitos e dos casos confirmados, principalmente a partir da próxima semana, quando terá diminuído a influência do feriado da Semana Santa.

Informações Tribuna de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *