Compartilhe:

Depois de comprar uma bicicleta no Paraguai e voltar pedalando até a cidade de Prados, a cerca de 10km de Barroso, Jair Neri, de 57 anos, está em uma nova aventura: atravessar fronteiras, literalmente.

De acordo com o Portal Prados Online, o pradense saiu “caladinho” no último dia 18 de abril e foi para mais uma jornada. Ele já passou pela Bahia, Pernambuco, Piauí e Balsas, cidade do Maranhão, onde ficou hospedado na casa de uma conterrânea.

E o rumo agora é Tocantins, mas diferente do que fez há três anos, quando também se aventurou desta forma, Jair vai dar outro sentido para sua aventura: seguirá para o norte, sentido região amazônica. O objetivo é chegar até o Monte Roraima, na tríplice divisa entre Venezuela, Guiana e o extremo norte do Brasil.

Segundo a reportagem, depois de atravessar fronteiras, Jair deve retornar pedalando pelo litoral do norte e nordeste do pais antes de voltar para Prados. E toda essa aventura deve durar cerca de seis meses. Isso porque o ciclista também pretende passar alguns dias na Chapada Diamantina, que segundo ele é um dos lugares mais lindos do Brasil.

Ao Prados Online Jair afirmou que não sabe ao certo o quanto deve rodar desta vez, mas estima algo entre 15 a 18 mil quilômetros. Para se ter uma ideia, o Brasil possui uma distância de 4.394 km entre o Monte Caburaí – ponto localizado no estado de Roraima e posicionado no extremo norte do país – e o Arroio Chuí, esse último posicionado no extremo sul, no Rio Grande do Sul.

Com informações do Prados Online

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.