Compartilhe:

As pontes da Pedra do Rosário e da Cadeia estão sendo restauradas em São João del Rei. Ao todo, quatro estruturas serão reformadas até fevereiro de 2020.

As obras vão custar mais de R$ 2 milhões e integram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas, do Governo Federal.

De acordo com o engenheiro civil, responsável pelas obras, Gabriel Sanchez, as duas primeiras pontes devem ter as obras concluídas até o final deste ano.

“Nós estamos fazendo a adequação dos passeios para as normas de acessibilidades, para o acesso de cadeirantes. Além da reconsolidação de algumas pedras, remoção de tintas, que eventualmente colocaram na pedra. O objetivo é trazer a característica original das pontes”.

Conforme Sanchez, as outras duas pontes de ferro, em frente ao Teatro Municipal e da Estação da Maria Fumaça, serão revitalizadas até fevereiro de 2020.

“Agora no mês de dezembro, vamos começar um estudo de cargas, para determinar exatamente as cargas que passam sobre elas, para fazer analise estrutural e decidir quais as barras que serão trocadas”.

Despoluição

O Córrego do Lenheiro, que atravessa todo o município, e faz parte deste projeto de reforma das pontes, também passa por despoluição. O término deste processo está previsto para o final do ano que vem.

Informações G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *