Compartilhe:

A Polícia Militar de Barroso, através do Tenente Nascimento, informou a reportagem do barrosoemdia que os crimes ocorridos na zona rural do Quintanilha, em Barroso, foram de latrocínio, ou seja, o ato de matar para roubar.

Segundo o Tenente, as vítimas, pai e filho, de 59 e 26 anos anos, segundo testemunhas, guardavam dinheiro e uma arma de fogo dentro de casa, o que pode ser o motivo das mortes. A Polícia Civil vai investigar os crimes e concluir o inquérito.  A Polícia Militar também continua nas buscas por testemunhas.

“A informação que levantamos é que várias pessoas de índole duvidosa frequentavam a casa e sabiam da existência de dinheiro e arma na residência. Assim, fechamos a ocorrência inicialmente como latrocínio”, diz Nascimento que informou também que chegou a conclusão depois de não encontrar nem arma e nem dinheiro na casa.

Com relação ao suspeito do crime a Polícia informou que ainda não tem nenhum alvo, mas continuará as buscas nas próximas horas.

Barroso completaria no próximo dia 28 de agosto um ano sem registros de homicídios. O último crime havia ocorrido na Cohab há um ano.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.