Compartilhe:

O mês de junho, que antecede o mês previsto para ocorrer o pico da pandemia do novo coronavírus, começa com leitos ocupados em toda Minas Gerais. Com a chegada da COVID-19, novas vagas foram disponibilizadas no estado.

Em relação a taxa de ocupação dos leitos no estado, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulga os dados de maneira agregada, com números gerais do estado, sem distinguir por região ou municípios.

Os números divulgados pelo estado também são do Sistema Único de Saúde (não abrangem a capacidade hospitalar do sistema privado). Atualmente, estão cadastrados no SUS Fácil e com produção 12.107 leitos clínicos e 2.675 leitos de UTI.
Os dados encaminhados nesta segunda-feira (1º) – fechados pela área técnica às 23h59 do último domingo – apresentam que 266 pacientes estão internados em leitos de UTI, em decorrência da COVID-19, ou por suspeita da doença e a taxa de ocupação está em 9,94%.
Em relação aos leitos clínicos, são 724 pessoas internadas com COVID-19, ou por suspeita da doença e a taxa de ocupação está em 5,98%. A taxa de ocupação geral de leitos de UTI está em 70,80% e de leitos clínicos está em 67,94%.

Leitos de UTI

Leitos de UTI: 70,80% estão ocupados
Leitos de UTI por COVID: 266 pacientes estão internados (9,94% da capacidade)
Capacidade total: 2.675

Leitos clínicos

Leitos clínicos: 67,94% estão ocupados
Leitos clínicos por COVID: 724 pacientes estão internados (5,98% da capacidade)
Capacidade total: 12.107

Interior preocupa

Apesar da Secretaria de Estado de Saúde não divulgar a ocupação de leitos por macrorregiões de Minas, prefeituras do interior apontam preocupação com a capacidade hospitalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *