Compartilhe:

Morreu, na noite desta terça-feira (5), o ex-Deputado Federal, Bonifácio Andrada. Conhecido como Andradinha na Cidade das Rosas o ex-deputado estava internado desde o último dia 16 de dezembro do ano passado. Ele foi diagnosticado com a Covid e não resistiu às complicações do vírus que já fez quase 200 mil vítimas fatais em todo o Brasil. Em Barbacena são 35 mortes.

Bonifácio José Tam de Andrada, que tinha 90 anos, nasceu na cidade vizinha de Barbacena, dia 14 de maio de 1930. Ele era advogado, cientista político, jornalista, professor universitário e foi político, sendo inclusive Deputado Federal por dez mandatos consecutivos, de 1979 a 2019.

Ele também chegou a ser candidato a vice-presidente nas eleições de 1989, na chapa de Paulo Maluf. Bonifácio começou sua carreira política como vereador em Barbacena em 1954, depois se elegeu Deputado Estadual em Minas Gerais em 1959.

A morte foi confirmada pela Unipac e site BarbacenaTem

SEPULTAMENTO

O enterro do ex-deputado federal, Bonifácio de Andrada, será realizado na tarde de quarta-feira (6), em Barbacena.

Devido aos protocolos de distanciamento social decorrentes da pandemia da covid-19, será celebrada missa de corpo presente às 13h30 na Basílica de São José Operário, restrita aos familiares.

Às 14h30, o corpo seguirá em cortejo fúnebre público para o cemitério da Boa Morte, onde às 16h acontecerá o sepultamento. A cerimônia também será restrita aos familiares, seguindo os protocolos da pandemia, conforme informou o site Barbacena Tem!.

A missa será transmitida ao vivo pela página da TV Objetiva Barbacena.

A Prefeitura de Barbacena decretou luto oficial de 3 dias, pelo fato do barbacenense deixar “um legado para a história política do Brasil, honrando a tradição de sua família, como tetraneto de José Bonifácio de Andrada e Silva, o patriarca da independência”.

Em nota, a Prefeitura acrescenta que “sua importância política transcende os limites do munícipio. Em sua biografia as marcas de 10 mandatos consecutivos como deputado federal, onde chegou a presidir a Comissão da Constituição e Justiça, deputado estadual por quatro mandatos e membro da Assembléia Nacional que elaborou a Constituição de 1988, além de ter sido relator de votações importantes para o país”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *