Gabriel saiu de Barroso para tentar conquistar o mundo

Compartilhe:

Conquista do PAN NOGI, do Atlanta Summer e do Charlotte International
Open IBJJF Jiu-Jitsu Championship. Podem parecer nomes complicados, mas esta tem sido a realidade do barrosense, lutador de Jiu-Jitsu, Gabriel Santos, que também conquistou duas medalhas de ouro no US GRAPPLING GREENBORO, campeonato que aconteceu no último fim de semana na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, onde Gabriel está desde setembro, quando iniciou as disputas na terra do Tio Sam. Aliás, foi a quarta vitória seguida do jovem que vem participando das competições. E a história não para por aí, o barrosense ainda tem um de- safio em dezembro, talvez o mais importante das competições, trata-se do Mundial, na cidade de Anaheim – Califórnia.

“Graças a Deus deu tudo certo aqui. Pude fazer boas lutas aprendendo mais e mais após cada uma de- las e assim conseguindo ser campeão da minha categoria e absoluto. Obrigado a todos os envolvidos. Quero agradecer a todos aqueles que me ajudam e já me ajudaram até aqui e em especial ao mestre @taniel_abu_bergerak que está me dando essa oportunidade incrível de estar brigando pelo meu sonho aqui nos Estados Unidos,” disse.

HISTÓRIA

Assim com vários lutadores barrosenses, Gabriel veio da acadêmia Centro de Treinamento União, o CTU, do Professor Túlio Geovanni. “O Gabriel chegou aqui gordinho, acima do peso. Ele iniciou em 2012 no Muay Thay e depois aproveitei ele no Jiu-Jitsu também”, diz o Professor Túlio, do Centro de Treinamento União, CTU, onde tudo começou. “Ele disputava na região as copas e depois foi testado nos campeonatos mineiros. No começo teve dificuldades, mas depois começou a faturar os estaduais, três ou quatro”, diz o treinador que cavou oportunidades com amigos para que ele pudes- se disputar em grandes centros. “Depois que chegamos do Vitória Open tudo mudou. Ele foi para o Rio na Academia Game Fight, onde se destacou, e agora está enfrentando estes desafios no exterior visando o campeonato mundial”, declara. De qualquer forma, ele continua o mesmo, ou seja, CTU de coração, Barroso de coração e muito focado na competição que vai ser em dezembro”, diz.

O COMEÇO

Desde bem novo Gabriel sempre teve vontade de lutar. “Sempre fui fascinado por brigar da maneira certa. Meu pai sempre me apoiou ao máximo. Íamos sempre que dava assistir aos treinos, mas infelizmente não tínhamos condições financeiras para pagar. Depois de um tempo Deus ajudou a gente e meu pai conseguiu um emprego melhor e assim pude começar aos meus 12 anos a treinar na CTU. Passava o tempo treinando, pois queria ficar melhor a cada dia que se passava. E tudo mudou quando recebi uma proposta de ir para o Rio de Janeiro para viver do esporte” relata Gabriel que recebeu apoio da família. “Foi onde me apaixonei pelo Jiu-Jitsu. Comecei a levar a sério e vi que era aquilo que eu queria para a vida”, declara o lutador que é do bairro Jardim Europa e tem 17 anos de idade.

PATROCÍNIOS

O atleta conta com o patrocínio da Conara Barroso, Jonathas Juninho Andrada, SB Bebidas, Simone Costa, Borracharia Xavier, Stefani Henrique Ramalho, Márcia Possa e Supermercado Melo.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.