“Certidão de nascimento de Barroso” vira tema de livro. Confira!

Compartilhe:

O documento que pode ser considerado “certidão de nascimento de Barroso” completará neste ano, 290 anos de sua lavratura. Redigido no cartório da Vila de São José Del Rei (hoje município de Tiradentes), o registro revela a existência da primeira capela que foi construída em Barroso no inicio do século XVIII e marca o povoamento da localidade. E esta história poderá ser conferida em mais detalhes no livro “Antônio da Costa Nogueira: Um português em terras do Barroso”, escrito pelo historiador barrosense Wellington Tibério.

O historiador e autor do livro, Wellington Tibério

Segundo o autor, a pesquisa resgata o perfil biográfico do português Antônio da Costa Nogueira, devoto de Senhora Sant’Ana e falecido aos 75 anos na fazenda do Barroso.

“Pretendo demonstrar neste livro quem foi este português de quem sabemos tão pouco e que tanta importância teve nas Minas do século XVIII, através de correspondência com governador da capitania; com o Bispo do Rio de Janeiro e até com o Rei de Portugal” revela Tibério, que pretende lançar seu primeiro livro após tantos anos de pesquisas históricas , inclusive colaborando com a saudosa coluna “Do Fundo do Báu”, publicada nas páginas do jornal impresso do Barroso EM DIA.

O livro deverá ser lançado em breve, em comemoração a data da escritura – 05 de março de 1729.

A obra conta com prefácio de Raul Francisco de Moura, membro do Conselho Deliberativo do Real Gabinete Português de Leitura, e apresentação de Maria Helena Vassão Araújo.

Maiores informações e reservas através do e-mail [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *