Compartilhe:

O prédio do Centro Cívico, que fica no Centro da cidade, onde funcionou por muitos anos a Prefeitura Municipal e posteriormente o Colégio Estadual Francisco Antônio Pires, o Fapi, completa seu primeiro cinquentenário em dezembro deste ano. A informação é do historiador Wellington Tibério.

De acordo com ele, o primeiro prédio público foi edificado pela municipalidade e inaugurado em 6 de dezembro de 1970, ou seja, completou 50 anos no último domingo, sendo uma das mais importantes obras deixadas pelo ex-prefeito, o saudoso  Genésio Graçano.

A inauguração da obra teve como orador na ocasião do evento, o professor e colunista do Barroso EM DIA, Paulo Terra que destacava a importância da obra para Barroso na sua inauguração. “Cabe nos agora , novamente a honra de ser o orador oficial da solenidade de inauguração desta casa de ensino. Confesso sinceramente que há dois anos não imaginava que daquela pedra fundamental pudesse nascer uma obra de tamanha proporção como esta. Todavia desejamos e assim faremos que este estabelecimento seja principalmente um elemento plasmador de bons brasileiros . Todos nos ao nascer, trazemos dentro de nos o amor à terra que nos serviu de berço”, diz Paulo em matéria do no Jornal Ponte da Cadeia, de 1970.

Hoje, o prédio que está localizado à rua Joaquim Meireles e já foi a sede do Colégio Municipal e Prefeitura Municipal, também passou a abrigar as secretarias da administração municipal. Segundo o artigo de Wellington, a lei municipal nº 529/1972 denominava o Centro Cívico de Barroso prevendo também naquele espaço a sede da Fundação Educacional de Barroso.

Foi indiscutivelmente um prédio destinado a educação e cultura no município, tendo sido sede da Biblioteca Pública de Barroso, espaço cultural dona Elisa de Cusatis onde atualmente está instalado o Teatro Iracema Rocha e que desde a década de 1970 foi palco dos primeiros festivais da Canção de Barroso.

Na década de 90, com a inauguração do Palácio dos Três Poderes, ocasião em que foram transferidos os serviços administrativos da Prefeitura, o Centro Cívico se tornou o FAPI até o ano de 2013 e partir desta data o prédio retomou sua função primária de atender a municipalidade. O FAPI mudou-se para o Nova Barroso.

FUTURO

“O prédio que necessita de uma revitalização e melhoria de sua estrutura, é destaque na cidade pela sua exuberância e funcionalidade. Que os próximos prefeitos consigam viabilizar projeto de recuperação do espaço e valorização da história de uma das antigas sedes da Prefeitura Municipal, que além de abrigar o gabinete do prefeito também recebeu governadores do Estado e outras figuras da politica mineira”, diz Tibério.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *