Compartilhe:

Para tudo! Foi com emoção que o mineiro Bruno, 34, deixou o MasterChef Brasil na noite desta terça-feira (5). Na prova do chankonabe, tradicional prato japonês, o dentista serviu um caldo saboroso, mas pecou no preparo dos ingredientes, apresentando camarão e legumes sem cocção. O detalhe fez diferença na degustação dos chefs, que não perdoaram a falha. “Está saboroso, está bom, mas está tudo cru”, lamentou Helena Rizzo.

Em entrevista ao Band.com, o dentista se mostrou orgulhoso da participação. “Eu me considero um vencedor. Ainda tem muita coisa ainda para ser vivida, mas cheguei no top 9, né? Estou em nono lugar em meio a milhares de pessoas que se inscreveram, isso é muito animador. É uma resposta de que devo continuar sonhando”, celebra.

Ainda assim, ele admite que não estava preparado para sair hoje. Ao longo da prova, sua calma na cozinha mostrou que o resultado foi inesperado. “Tenho estudado muito, estou tão dedicado. Foi uma surpresa, mas mereci. Agora a minha energia pode oscilar, mas abaixar nunca. Sigo firme.”

Bruno revela que, além de toda a experiência no comando do fogão, ganhou no programa relações que espera manter por toda a vida. Talvez por isso, estar na berlinda ao lado de Lays, Rafael e Melina [grupo nomeado por eles como ‘Megazord’] tenha sido tão desafiador.

Além do risco da eliminação, muitos sentimentos estavam envolvidos.

“Eu acho que todos nós aguentamos tão bem até hoje, em questão de jogo, por causa da nossa união. Fizemos a prova dançando, sorrindo e cozinhando felizes. E eu sigo assim… Gostei do que ouvi dos chefs e deu para sentir, principalmente no Fogaça, que era muito verdadeiro o que ele estava dizendo.”

Para o mineiro, as amizades são seu troféu particular da 9ª temporada. “Isso ninguém tira de mim. Dinheiro acaba, fama vai embora, mas respeito e admiração permanecem”, diz, ao afirmar que deixa a disputa amigo de todos os outros participantes. “Não tenho desavenças nem mesmo com pessoas com quem tive dificuldade de convívio, como o Fernando. Eu sempre tento estender uma mão e cultivar o bem”, reflete.

Antes de deixar o MasterChef, Bruno revelou que, há dois anos, superou um câncer e falou do quanto é importante a valorização da vida. Agora eliminado, ele planeja seguir em paz, conquistando uma meta por vez e sendo feliz. O sonho? “Gostaria de sair, fazer jantares, quem sabe trabalhar em um restaurante e, no futuro, ter algo meu em Tiradentes (MG)”. Barroso [sua cidade natal] e todo o Brasil estará contigo, Bruno. Sucesso!

REPESCAGEM

De acordo com os amigos que acompanham de perto a participação de Bruno no MasterChef, ele vai disputar uma repescagem na próxima semana. As gravações já terminaram e ele já está em Barroso.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.