Compartilhe:

Ministério da Saúde confirmou um terceiro caso importado do novo coronavírus no Brasil, nessa quarta-feira (4). O paciente é um colombiano de 46 anos que mora em São Paulo e viajou para a Espanha, Itália, Áustria e Alemanha. Ele se encontra em isolamento domiciliar. Com tosse, dor de garganta e cabeça, ele procurou o Hospital Israelita Albert Einstein nesta quarta-feira (4), onde o teste foi realizado e a confirmação ocorreu. 

O ministério ainda acompanha outro possível caso confirmado de COVID-19 na capital paulista. Trata-se de uma paciente de 13 anos que esteve em Portugal e na Itália. A adolescente sofreu uma lesão durante a viagem e de volta ao Brasil foi até o Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo. Mesmo sem apresentar sintomas, os médicos decidiram fazer um teste para o novo coronavírus, que deu positivo.

Exames de contraprova estão sendo realizados para confirmar esse quarto possível caso. A contraprova é necessária porque o primeiro teste foi feito em um laboratório que ainda não está entre os credenciados pelo governo federal para este tipo de análise. A medida é utilizada em todos os casos com resultados positivos, para confirmar a infecção. 

Apesar do caso suspeito assintomático, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a rede pública seguirá avaliando para novo coronavírus apenas pessoas que têm sinais da doença. “Ela fez uma coleta fora da curva. Para saúde pública, a gente continua somente com casos suspeitos quem tem sintoma. A gente não vai fazer exame, uma loteria, com todo mundo que chega para ver se tem a doença”, afirmou o ministro.

Casos suspeitos 

Segundo o boletim epidemiológico do ministério desta quarta-feira (4/2), o Brasil registra 530 casos suspeitos de COVID-19. Na terça-feira (3), eram 488 casos suspeitos. Outros 315 foram descartados. O estado que mais contabiliza casos suspeitos é São Paulo, com 135. O segundo é o Rio Grande do Sul, com 98. Minas Gerais acompanha 82 casos suspeitos.

O Ministério da Saúde acompanha viajantes que chegam ao Brasil de 31 países na Europa, África, Ásia, América do Norte e América do Sul. A lista de monitoramento de histórico de viagem contém: Alemanha, Argélia, Austrália, Canadá, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Croácia, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Equador, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Japão, Líbano, Malásia, Noruega, Reino Unido, San Marino, Singapura, Suécia, Suíça, Tailândia e Vietnã.

Confira o número de casos investigados em cada estado brasileiro: 

Acre: 0
Amapá: 0
Amazonas: 4
Pará: 1
Rondônia: 1
Roraima: 0
Tocantins: 0

Alagoas: 5
Bahia: 19
Ceará: 14
Maranhão: 0
Paraíba: 4
Pernambuco: 6
Piauí: 1
Rio Grande do Norte: 5
Sergipe: 1

Espírito Santo: 5
Minas Gerais: 82
Rio de Janeiro: 55
São Paulo: 135

Distrito Federal: 18
Goiás: 1
Mato Grosso do Sul: 10
Mato Grosso: 6

Paraná: 13
Santa Catarina: 46
Rio Grande do Sul: 98

Informações Jornal Estado de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *