Ato de vandalismo e contra a liberdade de expressão em Barroso

Compartilhe:

No dia 4 de outubro o Movimento Barroso Democrática (MDB), instalou um outdoor no centro da cidade para se manifestar a favor da democracia e contra o autoritarismo.

Na tarde desta sexta-feira (5), menos de 24 horas após a instalação, o outdoor, que fica na esquina Rua São Geraldo (Beco do Quinzola) foi censurado, vandalizado e destruído. Um Boletim de Ocorrência foi feito pelos responsáveis a Polícia Militar deve apurar o acontecido.

“O Movimento Barroso Democrática reúne dezenas de barrosenses que não querem que o Brasil vire uma ditadura. Fazem parte do movimento: professores, enfermeiros, publicitários, artistas, advogados, aposentados, estudantes, desempregados… gente comum, gente simples, gente que quer se expressar”, diz o trecho da carta de repúdio enviado ao Barroso EM DIA.

O outdoor custou R$550 e foi alugado da empresa Visuart, de São João del Rei, responsável direto pela locação do espaço, para que ficasse exposto por 15 dias. Esse valor foi dividido entre todos os barrosenses que fazem parte do movimento.

“A democracia e a cidade de Barroso choram o dia de hoje. Que esse ato de violência não seja o prenúncio de um tenebroso inverno autoritário. Barroso resiste! Viva a democracia! Viva a liberdade de expressão!”

Aos que quiserem se juntar a esse movimento, gentileza entrar em contato pelo WhatsApp: 32.9.9125-9447.

A reportagem tenta contato com a empresa, responsável pelo aluguel do espaço, para saber quais medidas serão adotadas.

Hoje de manhã, apagado

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *