Compartilhe:

Pesquisa do Instituto Ver encomendada pela Itatiaia e divulgada nesta terça-feira mostra o atual governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), à frente de Alexandre Kalil (PSD) e Carlos Viana (PL) na corrida eleitoral no Estado. Em busca da reeleição, Zema tem 44% das intenções de voto, enquanto o ex-prefeito de BH tem 22% e o senador apresenta 5% na pesquisa estimulada. Com isso, o candidato do Novo seria reeleito em primeiro turno se a eleição fosse hoje, mostra a pesquisa exclusiva.

Carlos Viana, pré-candidato do partido do presidente Jair Bolsonaro, é o que apresenta maior rejeição. A pesquisa mostra que 36% dos eleitores não votariam no senador de jeito nenhum. O senador também é o que apresenta maior índice de desconhecimento: 39% dizem não conhecê-lo o suficiente para votar nele.

A rejeição de Zema e Kalil é de 32% e 31%, respectivamente. O ex-prefeito de BH também é menos conhecido que o atual governador: 24% dos entrevistados dizem não conhecê-lo o suficiente para uma avaliação, enquanto só 5% dizem o mesmo de Zema.

A pesquisa também apresentou aos entrevistados possíveis apoiadores de cada candidato e em quem votariam no caso da confirmação dos apoios.

Neste cenário, Alexandre Kalil é o mais beneficiado. Ao saber do apoio de Lula, o percentual de votos no ex-prefeito de Belo Horizonte sobe para 33%, e ele passa a liderar a disputa pelo governo de Minas Gerais.

Romeu Zema, com o apoio do pré-candidato do partido Novo à Presidência da República, Felipe D’Ávila, cai para 32%, enquanto Carlos Viana, com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, sobe para 13%.

Para a pesquisa foram entrevistadas presencialmente 1500 pessoas entre 14 e 17 de abril. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais, e o intervalo de confiança é de 95%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Eleitoral de Minas Gerais com o número 05267/2022.

PRESIDENTE

O ex-presidente Lula (PT) continua na liderança da corrida eleitoral para 2022. Entre os eleitores mineiros, o candidato à Presidência da República aparece com 44% das intenções de voto, contra 27% de Jair Bolsonaro (PL), conforme aponta pesquisa divulgada nesta terça-feira (19).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.