Compartilhe:

Para os amantes da história um prato cheio na noite desta sexta-feira (22) às 20h no Instagram. O radialista e publicitário Luciano Nascimento bate um papo com o pesquisador Eustáquio Silva. A live será exibida no Instagram do Círculo Monárquico de Barroso. Basta procurar na busca por: circulomonarquicodebarroso ou então clicar aqui!

Uma das muitas histórias de Barroso, porém com poucas informações até então, é da estadia de Dom Pedro I juntamente com sua segunda esposa Dona Amélia de Leuchtenberg e do séquito imperial por dois dias na Fazenda do Barroso em 1831, quando foram hospedes de José Francisco Pires, patriarca da maioria das famílias tradicionais da cidade. A visita que aconteceu nos dias 17 e 18 de janeiro de 1831.

Pesquisador e genealogista amador, Eustáquio Silva, que tem uma coleção com mais de 800 fotos antigas e centenas de outros objetos históricos, é quinto neto do fazendeiro barrosense que hospedou o imperador e sua comitiva há 190 anos, descobriu um livro que detalha exatamente essa história, confirmando o que muitos moradores contavam quase como lenda e algumas imprecisões históricas.

A imagem de capa desta matéria é uma ilustração do alemão Hernst Hasenclever de 1839, quando ele desenhou a paisagem barrosense da época com a antiga Capela de Sant’Ana e a venda, que foram vistas pela comitiva imperial anos antes. A ilustração está no livro “Ernst Hasenclver e sua viagem às províncias do Rio de Janeiro e Minas Gerais” de Débora Bendocchi Alves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *