Quem vai descascar este abacaxi?

Compartilhe:

Quem vai descascar este abacaxi? Você provavelmente não vai se lembrar dessa pergunta, mas nós estamos aqui para refrescar a sua memória.

Na capa do jornal havia o desenho de um pintinho e de um gambá, ambos correndo em direção à Prefeitura de Barroso, que continha na sua fachada um enorme abacaxi. Daí a pergunta: Quem vai descascar este abacaxi? Esta foi uma pergunta que o editorial do Jornal Barroso EM DIA fez em julho, atenção, julho de 2016, ou seja, cinco meses antes da posse do novo prefeito de Barroso e três meses antes do pleito eleitoral daquele ano.

Sem saber quem ganharia aquela eleição, nossa linha editorial já ditava o tom do que viria pela frente, independente de quem vencesse o pleito. Mais uma vez, cumprimos com nossa posição crítica e questionadora, fazendo jornalismo, doendo a quem fosse doer.

Desde aquele julho, de acordo com especialistas da área da economia, como mostra a matéria daquela edição de número 161, a situação, principalmente de 2017 e 2018, seria complicadíssima. Atrelada à queda do ICMS e FPM, a previsão era de dias ruins na economia local.

Assim, como reza o jornalismo, fomos ouvir os postulantes ao cargo de “descascador” do abacaxi. Cabe aqui relembrar então a resposta do vencedor: “Meu grupo já conhece as dificuldades que a população de Barroso vem enfrentando. Elas foram negligenciadas na Prefeitura, por falta de planejamento, e foram agravadas pela crise nacional, mas somos otimistas. Entendemos que com uma boa gestão à frente da Prefeitura, sendo preparados para tal, os obstáculos podem ser enfrentados”, disse o então candidato Reinaldo, que hoje se encontra diante da maior crise nacional e de uma Barroso à beira do caos.

Portanto, entre as inúmeras defesas e desculpas possíveis, a única que não podemos aceitar é de que os prefeitáveis da época não sabiam que uma enorme crise estava prestes a se instalar.

Alertados eles foram! Sé possível, se… possível: Boas Festas!

por Bruno Ferreira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *