O Futsal barrosense lembra do talento de Tel

Compartilhe:

Faleceu no último dia 24 de julho em Barbacena, vítima de um infarto, o ex-jogador de futebol Guilherme do Carmo Campos, o Tel, um dos grandes craques que já passaram pelo tradicional futsal de Barroso.

Tel nasceu em 30 de setembro de 1973, no Rio de Janeiro, onde desde pequeno já tinha o futebol no seu sangue. Ele, segundo familiares, chegou a jogar na base de um dos clubes mais populares e vitoriosos do Brasil, o Clube de Regatas do Flamengo. Porém, decidiu sair de sua cidade natal e se mudou para Barbacena, onde passou a morar com sua avó.

Mesmo com a mudança de ares, sua paixão pelo futebol continuou e logo começou a jogar bola em vários clubes de tradição em Barbacena como Andaraí e Vila do Carmo. Após se destacar em vários campeonatos, pela sua categoria e boa vontade, Tel começou a ser chamado para disputar campeonatos de várzea, além de competições amadoras em outras cidades. Mas o grande destaque da sua história foi nas quadras do Futsal de Barroso e do Athletic Club, em São João del Rei, onde fez história conquistando inúmeros títulos.

Em Barroso, Tel começou a atrair olhares ainda na década de 1980, quando o futsal era disputado no Clube Recreativo Barrosense, o CRB. Na década seguinte, disputou o Futsal de Verão no Ceclans vestindo as cores vermelha e branca, do Colorado e posteriormente do Skalla. Ao lado de barrosenses como Leleco, Fer-reira e companhia, Tel abrilhantou e ajudou a construir um dos maiores clássicos já vistos em quadra, os confrontos entre Colorado e Palestra. Tel também atuou por muito tempo ao lado do inseparável Joãozinho, ala esquerda que também jogava como nunca no ginásio do Ceclans. Na foto acima, Tel, o primeiro agachado da esquerda para a direita, está exatamente ao lado de Joãozinho, seu grande companheiro de conquistas. Gilberto, Boi, o saudoso Etiene, Ademir, Careca, Pablo, Marcelo Augusto, Tatu, Da Gata, Lu e companhia estão no elenco do Skalla que foi por duas vezes campeão do Futsal de Verão do Ceclans.

DERROTA

Nem só de vitórias foi a sua vida. Quando sua avó faleceu, Tel começou a se envolver com o mundo das drogas e um acidente o deixou 15 dias em coma. Ao se recuperar, ele se afastou do futebol, esporte no qual ganhava sua renda. Com problemas pessoais, ele perdeu a partida mais importante da sua vida e passou a morar nas ruas e posteriormente dormia na casa de amigos. E quando parecia que sua vida já teria tido fim, ele, por vontade própria, se internou em uma clínica de reabilitação, onde conseguiu se recuperar. Tel deixou 13 filhos, amigos, ex-companheiros do esporte e uma história de vida que mostra que mesmo nos momentos mais difíceis e de-sesperadores sempre há a possibilidade de recomeçar. “Perder um pai é sempre difícil. Sentirei muitas saudades, por mais que eu não pude viver muito tempo próximo dele. Ele foi um craque de bola e fará falta para muitos”, declara Guilherme Keven Campos, um dos filhos de Tel.

JOGO CLÁSSICO

Entre grandes clássicos do Futsal de Verão ao longo dos últimos anos, está Colorado x Palestra, a maior rivalidade da cidade. E em um jogo especial, Tel, pivô do Colorado, ao lado de Zé Ferreira, Leleco, Joãozinho e Marcelo, fez três gols e foi o artilheiro daquela final que está eternizada na página do YouTube do Barroso EM DIA. Com narração de Galdino Silva e com o ginásio do Ceclans lotado, Tel protagonizou uma noite de muita emoção contra um Palestra também recheado de craques como Marquinhos, Serginho, Teco e Wilderblando. Para assistir ao jogo na íntegra clique no vídeo abaixo.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.