Muriaé e São João del Rei estão em situação de alerta após segundo LIRAa

As Secretarias de Saúde de Muriaé e São João del Rei divulgaram nesta quinta-feira (12) o resultado do segundo Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) em 2018. Os números mostram que as cidades estão em situação de alerta, de acordo com o Ministério da Saúde.

Na cidade histórica, foi registrado um índice de 3%. O número mostra uma diminuição em relação ao primeiro balanço realizado em janeiro, quando foi contatado um LIRAa de 4,2%. A maioria dos focos está nos bairros São Caetano, Bonfim, Vila Marchetti, Segredo e Praça Pedro Paulo. Todos foram encontrados dentro de residências.

Muriaé também registrou queda nos índices. No balanço atual, foi registrado 1,6% e em janeiro foi 2,9%. Mesmo assim, a cidade permanece em situação de alerta. O Centro da cidade foi o local com maior número de focos do mosquito Aedes aegypti.

Informações G1